Mais Cinco

5 bares e restaurantes tradicionais de Goiânia

Os anos passam, as gerações mudam e as diferenças urbanísticas na capital goiana saltam aos olhos. Mas o que não muda é o gosto do goianiense por frequentar bares e restaurantes que trazem tradição e história.

Passados de geração em geração, sobrevivendo a crises e até troca de proprietários, esses estabelecimentos se consolidaram como pontos de referência na gastronomia de Goiânia. O Mais Cinco separou cinco lugares tradicionais que despertam memórias em cada garfada.

Tendo como fundador Alberto de Sousa, a Empada do Alberto funciona no Mercado Central da capital desde 1947. Hoje, mais de 70 anos depois, Amancio de Sousa Neto, filho do proprietário original, está à frente dos negócios.

“O nosso prato principal é a empada. A mais consumida é a tradicional. Ela tem como ingredientes: frango, palmito, queijo minas, azeitona e muito amor”, descreve Amancio. As empadas variam do sabor tradicional até sabores como 4 queijos, palmito, chocolate, romeu e julieta, carne de sol e camarão.

No mercado é possível ver fotos de celebridades e personalidades renomadas que já visitaram o estabelecimento. Amancio atribui o sucesso ao método de preparo dos produtos, que segue sendo o mesmo de quando abriram. “Nossas empadas são feitas de forma manual artesanalmente até os dias de hoje”, conta.

Fundado na Rua 55, no Setor Central, no ano de 1963, o Biscoito J. Pereira já está na terceira geração. “Começaram com os avós, passaram para os filhos e agora está nos netos do seu José Pereira que é o fundador”, conta Brunno Resende, um dos netos.

O carro chefe do local, que já possui outras unidades, é a esfiha de carne. “Temos no nosso cardápio, quitandas variadas, como pão de queijo, biscoito de queijo, broa, bolo de cenoura e mané pelado”, completa Brunno.

Além desses, são destacados o enroladinho de queijo, a coxinha e a empada da casa. “Não esquecendo também de vários sabores de sucos naturais além do nosso tradicional cafezinho”, lembra o neto.

Atualmente com duas unidades, nos shoppings Flamboyant e Bougainville, o Piquiras foi fundado em 1985 pelo proprietário Marcelo Batista. Com um cardápio variado e que traz elementos da culinária goianiense em versões sofisticadas, o restaurante é acompanhado de uma mercearia com produtos importados e de alto padrão. 

Em sua segunda geração, a empresa familiar apresenta no menu: risotos, massas, frutos do mar, peixe, carnes e petiscos diversos. A marca define o cardápio como contemporâneo, servindo desde petiscos e entradas a pratos de frutos do mar, carnes, massas.

“Temos vários pratos hoje que poderíamos dizer serem principais, mas o Filé à Piquiras continua sendo muito lembrado pelo goianiense”, revela Frederico Batista, atual diretor do Piquiras e filho do fundador.

Frederico explica que a consolidação no mercado se dá por três motivos. “O diferencial com certeza está na qualidade do menu oferecido, no espaço das nossas casas e no bom atendimento fornecido por uma equipe bastante experiente”.

O “pequeno barzinho” fundado, em 1991, pelo Celson Batista se encontra até hoje na Rua 22 do Setor Oeste. Já na segunda geração, a integrante da gestão, Mariana Machado, filha do proprietário, conta que o bar cresceu e se transformou ao longo dos anos, sendo hoje o que ela descreve como “a família Celsin & Cia”.

Panelinha de camarão, linguiça caseira e espetinho de picanha são alguns dos pratos da casa. Além da tradicional costela de ripa ao bafo, o cardápio conta com opções de pratos, petiscos, espetinhos, grelhados, espetões, saladas, massas e panelinhas.

Outro destaque apontado por Mariana é o buffet de frios, com mais de 150 iguarias culinárias de diversas partes do mundo. “A cerveja gelada também é tradição, para os amantes de bebidas quentes, contamos com uma adega que dispõe dos melhores rótulos de vodka e whisky, além de vinhos consagrados no mercado”, pontua Mariana.

O restaurante especializado em massas teve as portas abertas em 1996. De acordo com Rodrigo Pina, atual sócio, a cantina foi fundada por um grupo de italianos que chegaram em Goiânia no início dos anos 90. “Eles foram responsáveis pela abertura de outras casas como Mezzaluna, Ciao Bella e Sofia”, lembra ele.

Para Rodrigo, o local se destaca por possuir um ambiente intimista e romântico, além de um cardápio que remete às típicas cantinas italianas. “O menu possui massas grano duro, massas artesanais, risotos, carnes, peixes e frutos do mar”, pontua o proprietário.

Serviço:

Empada do Alberto

Endereço: R. 3, número 322 – Central, Goiânia – GO, 74030-071

Telefone: (62) 3995-2036

Biscoito J. Pereira

Endereço: R. 55, 458 – St. Central, Goiânia – GO, 74055-150

Telefone: (62) 3223-3352

Empório Piquiras

Unidade Bougainville

Endereço: R. 9, 1855 – St. Marista, Goiânia – GO, 74130-915

Telefone: (62) 3945-9900

Unidade Flamboyant

Endereço: Av. Dep. Jamel Cecílio, 3300 – Jardim Goiás, Goiânia – GO, 74810-100

Telefone: (62) 3920-2515

Celsin & Cia

Endereço: R. 22, 475 – St. Oeste, Goiânia – GO, 74120-130

Telefone: (62) 3215-3043

Cantina San Marco

Endereço: R. 9, 1824 – St. Marista, Goiânia – GO, 74150-130

Telefone: (62) 3281-0794

Leia também:

Conheça 5 restaurantes de comida japonesa no Setor Marista;

5 restaurantes para comer peixe na Semana Santa em Goiânia;

5 restaurantes com comida saudável em Goiânia.

Alessandra Lobato

Alessandra Lobato

Estagiária do Mais Cinco | Estudante de Jornalismo na UFG | Amante de cafeterias que não bebe café, apaixonada por museus, viagens e culturas e mãe de pet

Add comment

Most popular

Most discussed