Mais Cinco

Onde comer pratos com pastrami em Goiânia

O pastrami é uma carne crua, podendo ser bovina, de porco, carneiro ou peru, que é salgada e parcialmente seca. Após esse processo, a carne é temperada com especiarias e ervas, defumada e cozida a vapor. O que permite a existência de diferentes receitas da iguaria.

Essa técnica foi desenvolvida para preservar a carne antes da refrigeração e começou a ser feita tradicionalmente com carne bovina quando os romenos judeus foram para Nova York na década de 70. Hoje, o sanduíche de pastrami é um prato tradicional das ruas nova iorquinas. 

Para você também saborear e conhecer essa delícia, o Mais Cinco separou restaurantes de Goiânia que possuem pratos com pastrami. Confira!

Na padaria delivery, o pastrami é feito do peito bovino e passa por um processo de cura com algumas especiarias por 15 dias. Depois ele é defumado e desfiado. 

“Aqui trabalhamos com o pastrami desfiado por ser mais palatável e combina mais com o nosso croissant que é bastante delicado”, conta Vitória Ávila, proprietária da Viel. 

O croissant de pastrami da casa vai com mostarda holandesa e picles de cebola adocicados, produzido também no local.

O restaurante serve carnes e hambúrgueres artesanais. Na casa, o pastrami é um produto sazonal e não há um período exato para a produção do prato. “A cura demora tempo, é um processo mais lento e é um produto sazonal para nós”, explica o proprietário Paulo. 

O sanduíche com o ingrediente é feito com pão ciabatta, rúcula, cebola roxa picada, sour cream e mostarda. Paulo aponta que o pastrami ainda não faz parte da cultura do goiano. “Estamos fazendo devagarinho pra ir alicerçando-o  no paladar goiano”, explica.

O prato da hamburgueria Mafuá é feito de batata asterix frita com o pastrami produzido pela casa e sour cream, um creme azedo a base de cream cheese e limão.

Diogo Belarmino, sócio proprietário, conta que o pastrami passa por um método de conservação, a salmoura. “A carne bovina passa por um processo de cura no brining, com água, sais e especiarias, durante 14 dias e depois é levada para a defumação durante horas até atingir 95°C internos”. 

O sanduíche com pastrami da casa é feito com pão focaccia, cream cheese e picles doce de pepino. Já o pastrami fatiado que acompanha o hambúrguer é produzido com peito bovino.

“A carne passa por um processo de cura úmida e especiarias e depois é defumada por 12 horas com lenha frutífera”, conta o sócio Paulo Vitor.

Leia também:

10 novidades gastronômicas que já chegaram ou vão chegar em Goiânia;

Rede de bares especializada em carne de porco tem no unidade em Goiânia;

Boutiques de carne em Goiânia: opções pra garantir o churrasco,

Alessandra Lobato

Alessandra Lobato

Estagiária do Mais Cinco | Estudante de Jornalismo na UFG

Most popular

Most discussed